Cuidado com a zica!

21/12/2015

 

 

Atenção redobrada para as mamães de plantão! Com a chegada dos dias mais quentes, chega também a ameaça das doenças transmitidas pelo aedes aegypti. Se antes a grande preocupação era com a dengue, agora se sabe que o mesmo mosquito transmite também o zica vírus.

 

Recentemente no Brasil, a doença tem assustando a população e, principalmente, as mulheres grávidas. É que o zica vírus está diretamente ligado aos casos de microcefalia, informação já confirmada pelo Ministério da Saúde. E o espanto não é exagero: em apenas uma semana, o mínimo de casos suspeitos de microcefalia teve um aumento de 41%. Além disso, microcefalia é uma rara condição neurológica, quando o bebê nasce com a cabeça menor do que o normal. Crianças com esse diagnóstico tem o desenvolvimento comprometido. É grave e merece cautela!

 

A orientação dos especialistas é de que as grávidas fiquem atentas aos sintomas (fraqueza extrema, dores e manchas avermelhadas pelo corpo) e que façam uso constante de repelente. Outros tantos estão aconselhando a quem pretendia ter filhos agora, que adie os planos.

 

Diante de um cenário tão preocupante, porém, é importante saber que nem toda grávida que se infectou com o zica vírus, terá um bebê com microcefalia. Também vale dizer que os médicos afirmam que mesmo as mulheres que apresentarem os sintomas do zika devem continuar amamentando, uma vez que, embora exista a possibilidade de encontrar o vírus no leite materno, isso não significa que o bebê será contaminado.

 

Para evitar a transmissão do vírus, o conselho é prevenção: uma vez que o vírus é transmitido por um mosquito, a melhor coisa a fazer é evitar a presença do inseto. Cuidados como não deixar água acumulada e usar telas contra mosquitos são boas opções.

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Como Encarar a Maternidade

09/09/2016

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square